Para participar da comunidade do Territórios Digitais crie sua conta ou efetue o login:

Registre-se no Portal Login

Territórios Digitais ganha prêmio ARede

03/11/2011 12:00


Territórios Digitais ganha prêmio ARede

O projeto do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) que leva a inclusão digital para o campo, o “Territórios Digitais”, acaba de ser reconhecido por promover o desenvolvimento em áreas rurais que mais precisam, como assentamentos e comunidades ribeirinhas isoladas. Na última segunda-feira (31/10), a revista ARede, publicação consolidada nacionalmente como referência no tema inclusão digital, entregou ao “Territórios Digitais” a premiação de melhor iniciativa na categoria Setor Público, modalidade Desenvolvimento Tecnológico e Inovação.

O prêmio foi recebido por Joaquim Soriano, diretor do Núcleo de Estudos Agrários e Desenvolvimento Rural (NEAD/MDA), que destacou o esforço conjunto de vários órgãos para incluir digitalmente a população do campo. “O ‘Territórios Digitais’ é fruto de uma grande articulação política que o MDA faz, através do NEAD, para capacitar e empoderar as comunidades, chegando ao rural mais distante. No plano federal, o principal parceiro é o Ministério das Comunicações, e também contamos com governos estaduais, municipais e com aquelas que chamamos entidades da cidadania ativa”.

Soriano também salientou o formato de capacitação do projeto, que permite a formação de multiplicadores de conhecimento nas próprias comunidades e garante certa autonomia nas regiões alcançadas. “As pessoas que frequentam as Casas Digitais ganham independência quando aprendem não somente a usar, mas a preservar os equipamentos, fazer manutenções, e a adaptar e modificar os conteúdos fornecidos. O acesso à Internet e banda larga representa, muitas vezes, um salto extraordinário na vida da comunidade”, apontou.

Solenidade
Esta foi a quinta edição do ARede, criado para apoiar e divulgar as boas práticas de inclusão digital, e que premiou 16 iniciativas da sociedade civil, de governos e de empresas que usam as tecnologias da informação e comunicação (TICs) para promover a inclusão social.

Os troféus foram entregues por Sérgio Mamberti, secretário de Políticas Culturais do Ministério da Cultura; Lygia Pupatto, secretária de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações; Júlio Semeghini, Secretário de Gestão Pública do Estado de São Paulo e Roseli de Deus Lopes, da Escola Politécnica da USP.

“O Prêmio vem também para reconhecer o trabalho de todos os que ajudam o ‘Territórios Digitais’ a se tornar realidade: a rede de agentes de inclusão digital que estão no dia-a-dia das Casas Digitais, as comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas, as colônias de pescadores, os assentados e agricultores familiares, que são a grande razão de ser dessa iniciativa do MDA”, diz Rossana Moura, consultora de inclusão digital do NEAD e coordenadora do projeto.

A lista dos premiados, em categorias que consideram iniciativas de capacitação, desenvolvimento de conteúdo, desenvolvimento tecnológico e inovação, sustentabilidade e gestão, entre outras, está disponível no site da revista ARede:



http://www.arede.inf.br/inclusao/component/content/article/91-%20/4859-vencedores-prmio-arede-2011

Tags da notícia: